domingo, 20 de julho de 2014

Boa noite

Um "boa noite" não significa que realmente lhe desejo uma boa noite.
Não significa que quero que sua noite seja maravilhosa.
Não significa que quero que tenha bons sonhos, e que por "bons" quis dizer "que eu esteja nele".
Não significa, ainda, que toda a felicidade do mundo se concentre apenas em você na sua noite.

Um "boa noite" também não significa uma consequência de boas regras sociais sendo seguidas.
Não significa que fui educado e que demonstro me importar pela forma de como passará sua noite.
Não significa que minha gratidão para o mundo está em minhas mãos, repletas de compaixão e sociabilidade, a qual escolhi exercer nessa noite.
Não significa, ainda, uma necessidade de se igualar ao contexto vivente por meio de repetição de gestos e palavras copiadas de um livro vazio.

Um "boa noite" não significa um apelo para que a reciprocidade incógnita seja manifestada que eu receba em troca o mesmo profundo "boa noite".
Não significa que tenho uma difícil necessidade de obter o verdadeiro por meio da negação do falso.
Não significa, ainda, que tudo o que desejo, no fim, é que eu tenha, de fato, uma boa noite.

Um "boa noite" significa, simplesmente, "boa noite".
E nada além disso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário