quinta-feira, 23 de outubro de 2014

No titles

Só peço para que pelo menos UMA coisa boa apareça e anule todo o resto de ruim.
Apenas um pequeno pilar, mínimo que seja, para que eu não caia para sempre nesse escuro e estranho infinito.
Por favor.

domingo, 5 de outubro de 2014

Eu não escrevo "Brasil"

Eu escrevo Finlândia. Eu escrevo Inglaterra. Eu escrevo Suécia. Colômbia. Estados Unidos da América. Venezuela. Argentina. Paraguai. Uruguai. Chile. Japão. China. Coreia. Austrália. Rússia. Etiópia. Egito. Turquia. Grécia.

Eu escrevo Serra Leoa.
Mas eu não escrevo "Brasill".

Eu só escrevo brasil. Não importa onde, como e por que. Só escrevo do jeito que minha mente julga: brasil. Com b, e não B. Do jeito que se merece, que se constrói, que se destrói.