domingo, 14 de agosto de 2016

Loneliness - part II

Apesar de você finalmente chegar a um bom nível, apesar de você finalmente se ver satisfeito, apesar de você ter atingido uma certa estabilidade generalizada, apesar de você ter deixado rodar com calma o script que você escreveu para sua vida, apesar de tudo ir conforme os comandos, apesar de não houver conflitos...

Ainda bate a saudade.

Mas não é a saudade daquilo que existiu, e sim daquilo que poderia ter existido. Toda a ideia que você criou na sua mente, todo o futuro brilhante que planejou... Mas não executou.

E isso machuca. Isso revoga níveis baixos. Isso lhe magoa muito.

Então, por mais que essas palavras hoje pareçam um conjunto vago e inútil, lembre-se, sempre, que estar sozinho é uma fonte de infinito poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário